Voltar as notícias
Saiba Mais

O que é preciso saber sobre o Glúten


Mocinho ou Vilão? É necessário retirá-lo da alimentação? Existem muitos especialistas que são a favor e outros que são contra, mas o equilíbrio em um processo de reeducação alimentar e o acompanhamento de um especialista são fundamentais e só trazem benefícios para a saúde.

Dados da Fenacelbra – Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil afirmam que atualmente no Brasil existem 2 milhões de Celíacos, doença que caracterizada pela inflamação crônica da mucosa do intestino delgado e, que causa grave consequência para quem ingere alimentos com trigo e seus derivados.

Mas, o que é o Glúten?

O glúten é a combinação de dois grupos de proteínas: a gliadina e a glutenina, encontradas dentro de grãos de trigo, cevada e centeio – mais precisamente no endosperma é a reserva nutritiva do embrião da planta.

Como identificar os sintomas da doença:

Um dos primeiros sintomas que caracterizam a doença celíaca é a dor e os incômodos abdominais, acompanhados de inflamação na área da barriga e do ventre, duas características típicas dos transtornos relacionados à digestão.

O cansaço crônico é também outro sintoma da doença celíaca, pois, devido aos problemas de nutrição derivados desta condição, o paciente não conta com a energia necessária para enfrentar seu dia a dia da melhor forma.

Se você tem alguns destes sintomas procure uma especialista, ele é a melhor pessoa para te auxiliar neste caso.

Alimentos que não podem ser consumidos pelos Celíacos:

– Trigo, aveia, centeio, cevada e malte;

– Farinha, farelo, gérmen de trigo, farelo de aveia, farinha de rosca, trigo de kibe e farofa industrializada;

– Pão francês, pão integral, pão de forma e pão doce;

– Cerveja e whisky;

– Molho Shoyo contendo trigo;

– Amendoim japonês, entre outros.

O que os Celíacos podem consumir:

– Arroz (e farinha de arroz e creme de arroz), milho (e maisena), quinoa, amaranto, feijão, ervilha grão de bico, lentilha e trigo sarraceno;

– Batata, batata doce, aipim (mandioca), inhame, cará, polvilho (doce e azedo), goma de tapioca, fécula de batata, sagu e araruta;

– Pães sem glúten, biscoito de polvilho, biscoitos de soja, de arroz, de milho, massas isentas de glúten e tapioca;

– Iogurtes, leite baixa lactose, queijos, leites vegetais (coco, castanhas, gergelim, arroz, soja);